× Últimas Entretenimento Política Cultura Economia Desporto Sociedade Mundo Outros Receitas Saúde Tecnologia Curiosidades

 

Os seis membros da tripulação e os 22 passageiros, incluindo duas crianças, que seguiam a bordo do avião que se despenhou ontem no extremo leste da Rússia, não sobreviveram à queda da aeronave, indicam as agências noticiosas russas, citadas pela Reuters.

A informação foi avançada pouco depois de terem sido encontrados os destroços do avião a quatro quilómetros do aeroporto onde deveria ter aterrado. 
O aparelho, uma aeronave turbo-hélice bimotor, tinha saído da cidade russa de Petropavlovsk-Kamchatsky, na península de Kamchatka, com destino à localidade de Palana, de acordo com as agências russas Interfax e RIA Novosti. A Interfax indica que o aparelho caiu quando executava a manobra de aproximação ao aeródromo de Palana, altura em que se perdeu a comunicação via rádio. 

No avião NA-26 seguiam seis membros da tripulação, 22 passageiros, incluindo duas crianças, que deveriam ter aterrado pelas 15h50 locais. A agência noticiosa TASS revela que, no momento em que o aparelho se preparava para fazer a aterragem, o tempo estava nublado, pelo que a visibilidade seria reduzida. A agência avança igualmente que a bordo do avião seguia Olga Mokhireva, a autarca de Palana, mas a informação ainda não foi confirmada oficialmente. 

 

Partilhar via Whatsapp